segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Catarse III


                                                  
Catarse III

Chora...
Põe tudo para fora.
Não ignores a dor que te devora.

Chora tua vida vazia,
Teu peito de agonia implora
Ao pranto que alivia e dá alforria.

Chora, abre a comporta,
Expõe a ferida além da porta,
Vislumbra a saída...

Chora o que não chorastes pela vida afora.
Chora, não menos que baste
Para a dor ir embora.

Jane Moreira






Por Engano (poemeto)





Por Engano

Por engano, deixei
Minha alma se chegar à tua.
Por engano, dei-te
Minha certeza, minha juventude.
E te peço, agora, que me restituas
Todo o amor que te entreguei em plenitude.


Por engano...

Jane Moreira